Corinthians: vaquinha da Gaviões para ajudar o clube gera polêmica

Nesta quarta-feira dia 07 o clima no Corinthians é de incerteza em relação a tão abordada vaquinha virtual para ajudar o clube. A saber, a torcida organizada do timão, Gaviões da fiel se ofereceu para criar uma vaquinha para ajudar o clube a sanar dívidas. Entretanto, integrantes de outra facção do Corinthians, a Camisa 12 e também parte da diretoria não enxergam com bons olhos esta atitude da torcida.

Uma parte de integrantes da camisa 12 acha que a intenção é muito boa de ajudar o clube. Contudo, pela grandeza do Corinthians; é possível conseguir receitas de outras formas e resolver estas pendências financeiras do clube.

Leia também: Saiba onde assistir o duelo Independiente Del Valle x Grêmio na pré Libertadores

Arena do Corinthians lotada. estádio contraiu divida de R$ 530 milhões. Foto twittter.
Arena do Corinthians lotada. estádio contraiu divida de R$ 530 milhões. Foto twittter.

Dívida do Corinthians ultrapassa 1 bilhão de reais

Atualmente a dívida corintiana pode ser dividida em duas partes; a primeira seria a dívida do clube em si, que chega a quase 1 bilhão de reais. Por conseguinte, a segunda parte seria o empréstimo que o Corinthians adquiriu para construir seu estádio, a Neo Química, e que está em torne dos R$ 530 milhões. A saber, a divida do estádio; seria paga com a vaquinha virtual.

Para parte da diretoria a criação da vaquinha tem motivos nobres, mas o fato de o dinheiro não passar pela diretoria deixa no ar um sinal de incompetência. A saber, um dos critérios da vaquinha, seria o dinheiro arrecadado ir direto para Caixa Econômica ou para um Fundo especial, sem passar nas mãos da diretoria. Por fim, este detalhe deixa um grande desconforto na diretoria, que por conta disso, acredita que a torcida não confia no trabalho e competência e atuais dirigentes corintianos.

Você pode gostar: City vence Dortmund em partida de ida emocionante da Champions League, confira como foi a partida

Taxa para cada torcedor ficaria em torno de R$ 18

Para o setorista corintiano Yago Rudá, o valor de pago por cada corintiano ficaria na faixa dos R$ 18; “O dinheiro arrecadado não passaria nem pelo Corinthians nem pela própria Gaviões, indo direto para a Caixa Econômica Federal ou um fundo. Nas contas da Gaviões, seria cerca de R$ 18 por torcedor, o que viabilizaria o projeto e pagaria essa dívida”, disse Rudá.

 

Carregando...